1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

Temporada de Inverno com destino internacional – Viaje para Havana

0

 

Conhecer Havana é se fascinar com o passado e vivenciar de perto a sedução de um lugar único, que transmite o peso de suas escolhas políticas a todo instante. A história colonial ostenta o charme das diferentes épocas e reproduz na arquitetura uma variedade enorme de estilos.

Havana e um bom lugar turístico?

Havana não é daqueles destinos para aproveitar durante todo o ano sem se preocupar com detalhes. A cidade é sempre quente, sim, mas isso não significa que você não precise pensar na data da viagem. Culturalmente falando, a cidade é ótima o ano inteiro, com destaque para eventos como o Festival Internacional de Jazz e o Festival Internacional de Cine Pobre.

A alta temporada vai de novembro a março, quando o tempo é mais seco, há muitos turistas e, consequentemente, preços mais altos. Julho e agosto também são considerados meses de alta temporada por conta das férias do Hemísfério Norte e, apesar do risco de furacões, a cidade fica cheia. Antes de comprar sua passagem, lembre que o país sofre com furacões e ciclones, cuja temporadada ocorre de junho a novembro.

Viajar na terceira idade para Havana

Para você que e aposentado e gosta de ver o mar, Havana e um ótimo lugar com praias maravilhosas e um clima agradável para conhecer e relaxar na terceira idade. A região fica a pouco mais de 20km de Havana e não desfruta de todo o glamour das praias famosas do país.

É uma região simples, não raramente descuidada, que fica cheia no ápice do verão, apesar da pouca estrutura. Nessa região a estrutura da praia é melhor, o trecho de areia é bom e não há muitas pedras. O acesso até a região de Playa del Este pode ser feito por meio do ônibus turístico que sai do Parque Central, em Havana.

Onde se hospedar?

Em Havana os hotéis são qualificados com estrelas, como no resto do mundo; lembre-se apenas de não criar tantas expectativas com essa quantificação. Como em Havana muitas coisas ainda são rústicas e de difícil acesso, a qualidade de toalhas, lençóis, higiene e limpeza podem deixar a desejar.

Não raramente os hotéis da cidade possuem pouca qualidade, mesmo nas grandes redes hoteleiras, tornando as casas particulares uma alternativa atrativa. Provavelmente uma casa com diárias de 45CUC .

Onde se alimentar?

Os cubanos abriram os primeiros paladares na década de 90. O termo “paladar” saiu da novela brasileira Vale Tudo, em que havia um restaurante com este nome. Alguns ainda são simples, outros viraram pequenos bistrôs, bares ou se sofisticaram, competindo com os restaurantes estatais.

Em vários restaurantes de Havana e Trinidad, preços a partir de 8 CUC. Todos muito bons. O melhor peixe foi no El Templete (em frente ao porto, bairro de Habana Veja). É um restaurante estatal, com cardápio mais sofisticado e variado, mas também mais caro.

O que fazer em Havana?

Visitar a capital cubana é, ao mesmo tempo, observar uma cidade de constrastes. Se por um lado os edifícios históricos representam as fases que a cidade viveu, passar pelas ruelas de Habana Vieja é se deparar com edifícios em péssimo estado de conservação, lutando para resistir ao tempo.

Entre os pontos imperdíveis para visitar em Havana, não deixe de fora uma caminhada pelo Paseo del Prado até o Capitólio, o edifício mais imponente da capital, que muito se assemelha ao capitólio norte-americano. Em Habana Vieja (velha, em português) você poderá conhecer a parte mais antiga da cidade, cheia de edifícios antigos e construções admiráveis. Ande pelo quarteto de praças, pontos famosos, que guardam alguns dos pontos turísticos mais incríveis da cidade.

Recomendados para você:

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA