1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

Conheça Paquetá no Rio de Janeiro

0

O clima é de cidade do interior. O transporte na ilha é feito de charrete, bicicletas e trenzinho. Você não pode deixar de conhecer esse paraíso natural. Ir a Ilha de Paquetá é um dos mais interessantes passeios para quem procura um local tranquilo e curioso. Paquetá é um bairro da Zona Central do município do Rio de Janeiro, que reúne diversas ilhas na Baía de Guanabara, sendo a maior delas a Ilha de Paquetá, um tradicional recanto turístico da cidade do Rio de Janeiro, a poucos minutos da agitação da metrópole. Para chegar a Paquetá é preciso pegar a barca na Praça 15, no centro da cidade. A viagem dura entre 50 e 70 minutos e há embarcações saindo a cada 90 minutos, em média. A tarifa é R$4,80. Logo à direita de quem desembarca existem charretes fretadas com condutor, que leva quem quiser à um passeio por todos os locais da Ilha. O bairro possui infraestrutura turística com hotéis, restaurantes, hospital, policiamento, comércio e serviços.

Ilha de Paquetá história e cultura
Ilha de Paquetá história e cultura

Tão antigo quanto à cidade. Totalmente transformado em Área de Preservação do Ambiente Cultural – APAC, possui importantes passagens na formação cultural do Rio de Janeiro. Conta com um imenso e importante acervo arquitetônico e paisagístico, com diversos bens tombados e preservados e um estilo de vida comunitário.

Uma ilha que se destaca

A ilha se destaca não somente pelas belezas naturais e pelas aguas calmas, mas também por ter uma característica que a torna única. Na pequena Ilha não é permitido o uso de automóvel, exceto por ambulâncias ou algum outro serviço de necessidade pública. É possível Para permanecer na Ilha durante alguns dias, lá você encontrará possui pequenos hotéis, ideal para quem procura sossego, onde é possível caminhar e fazer passeios tranquilos, ouvindo o canto de pássaros, sem a agitação das grandes cidades.

Paquetá um paraíso a ceu aberto
Paquetá um paraíso a ceu aberto

Por ser um passeio de baixo custo, tornou-se muito popular, e geralmente em fins de semana e feriados existe bastante movimentação de pessoas que vão para ilha e alguns pontos ficam cheios, assim como as barcas lotadas.

Para aqueles que não gostam de muita movimentação, a melhor opção para visitar a ilha são os dias de semana, quando o local é menos visitado. Uma boa ideia é pegar uma barca pela manhã, o mais cedo possível para ter mais tempo de passear por toda a ilha. Lembre-se de perguntar ao chegar, quais os horários de barcas para voltar.

 

Recomendados para você:

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA